Browsing Category

Dicas

IMG_0789-1-1620x1080
Dicas, Minhas Viagens,

Dicas de onde se hospedar em Londres

Recebo muitos pedidos de dicas de onde se hospedar em vários lugares do mundo e daremos inicio a minha última viagem, Londres. Neste artigo irei ajudá-lo a achar o lugar ideal para se hospedar na cidade clássica britânica.

A cidade de Londres é muito grande e tem MUITAS opções de hospedagem. Como não conheço eles, vou te ajudar a escolher algum bom hotel em Londres. Uma das coisas principais é a localização, sem dúvidas. Então, afinal, qual a melhor região pra ficar em Londres?

Tirando a dúvida de muitos, em Londres é praticamente impossível você se localizar em um lugar onde você consiga fazer tudo andando, um exemplo é a Torre de Londres de um lado e o Palácio de Kensington do outro lado da cidade, como também Big Ben, Picadilly Circus e outros lugares que são distantes um do outro.

Porém não pense isso como algo negativo, os meios de transporte públicos em Londres são ótimos com rápida locomoção e preços.

Eu, particularmente não recomendo ficar hospedado no centro de Londres achando que vai dar conta de economizar tempo e dinheiro no transporte. O centro de Londres é considerado: Big Ben/Trafalgar Square/London Eye e outros.

O motivo é que nessa parte da cidade, os custos são bem mais caros de estadia e nem sempre tão atrativas, eu quando viajei a Londres, me hospedei no Hilton London Metropole na região de Paddington em frente a estação de metrô Edgware Road.

Vamos ao que interessa, segue abaixo as principais dicas para encontrar sua estadia ideal:

1: Buscar por hotéis próximos às estações de metrô

Isso é o mais importante na sua viagem. O hotel pode ser em uma zona residencial, mas tendo metrô por perto vai resolver a tua vida. A área de  Paddington  é um bom exemplo. Ficar num hotel próximo do metrô vai facilitar sua vida, por exemplo, se quiser largar as compras ou trocar de roupa e depois voltar pra jantar fora, ou ir ao teatro. Em Londres, será questão de minutos, é bem rápido mesmo, pode acreditar!

2: Priorize hotéis nas zonas 1 e 2 do metrô (principalmente a 2)

Assim como recomendo não ficar no centro, também indico não ficar muito afastado do centro. Claro que os hotéis próximos ao aeroporto são os mais baratos, mas tenho certeza que a felicidade em saber disso vai por água abaixo quando descobrir  que ele fica na  zona 6 do metrô (o que significa um preço maior no transporte) e mais longe, demorando cerca de 1h20 até a zona central.

Ficando na zona 2 o tempo de deslocamento vai ser rápido, e o preço do transporte vai ser o mais barato também. Assim tu escapa dos hotéis caros do centrããão; não fica no meio do tumulto; e ainda assim paga a tarifa mais baixa do transporte público. Isso porque andar entre a zona 1 e a zona 2 é o mesmo preço, ou seja, os pontos turísticos estando na zona 1 e o teu hotel na zona 2, tu ainda vai pagar a tarifa mais baixa do transporte.

mapa do metrô de londres zonas 1 e 2 destacadas qual melhor zona ficar regiao

Pode ficar tranquilo também que estas áreas são todas muito seguras.

3: Se ficar 3 ou 4 dias em Londres, aí sim considerar algo na zona 1 pra otimizar o tempo

Vale a pena dar uma olhada com calma no teu roteiro e até meio que mapear onde vai passar maior parte do tempo. Depois disso dá uma olhada nas opções que tem pela área onde mais vai ficar. Isso vai otimizar em especial o teu tempo – e acredite, ficando 3 ou 4 dias em Londres você precisará muito otimizar seu tempo.

Espero que tenham gostado das dicas básicas de como achar a hospedagem ideal em Londres, não se esqueça depois de selecionar tuas opções de hotel em Londres dá uma olhada no Google Maps quanto tempo leva do hotel até as principais áreas de pontos turísticos.

Gostaria de fazer passeios guiados com um guia brasileiro? Clique aqui

Conheça-o-seguro-viagem
Dicas,

Seguro Viagem Internacional vale a pena?

A maior dúvida dos brasileiros que está prestes a realizar uma viagem internacional é: contratar um seguro viagem vale a pena?

Te contaremos os prós e os contras para te ajudar a decidir se realmente quer garantir um para a sua viagem.

Viagem é sinônimo de muita coisa boa: praia, montanha, cidades incríveis, restaurantes deliciosos, muitas descobertas, histórias inesquecíveis, e por ai vai. É difícil pensar que algum acidente pode acontecer com a gente ou que é possível pegar uma febre durante as tão aguardadas e planejadas férias.

E ai entra a vida no meio. Ela é uma caixa de surpresas. É complicado prever o dia de amanhã, mas é importante estar preparado e pronto para toda a eventualidade que vier.

Vai que um passo errado, e pronto uma torção no pé em plena Times Square ou um gripe forte inesperado em um hostel pela Europa? É terrível pensar em possibilidades assim, mas é preciso saber que ao se abrir para descobrir o mundo, você também está propenso a viver experiências que podem não ser tão boas assim.

Para resolver a questão do “Seguro viagem internacional vale a pena?”, colocamos diversas variáveis na ponta do lápis – preços do seguro viagem, histórias reais de colunistas que precisaram da cobertura internacional.

Infográfico com informações sobre seguro viagem
Explicativo sobre custos hospitalares em uma viagem internacional

Como funciona um seguro viagem?

O seguro de viagem é um serviço que presta assistência e suporte para o viajantes. Algumas do serviços oferecidas pelo seguro viagem são: assistência e cobertura de gastos com despesas médicas e hospitalares, odontológicas, em caso de morte, extravio de bagagem, jurídica entre outros.

Com o seguro contratado, caso você tenha alguma emergência médica ou extravio da bagegem por exemplo, todo o custo será pago diretamente pela seguradora.



Afinal, o seguro viagem internacional vale a pena mesmo?

Definitivamente, o seguro de viagem vale a pena sim. A economia com eventuais despesas médicas valem qualquer risco.

Seja uma bagagem extraviada, pequenos acidentes ou até internações deixam de ser uma dor de cabeça tão grande com um seguro.

Em alguns países, por exemplo os Estados Unidos, o seguro viagem ainda não é obrigatório, mas já existem movimentos do governo para que esse item seja necessário para entrar no país.



paises-mais-baratos-para-viajar-1-730x449
Dicas,

Dicas para viajar mais barato para qualquer lugar do mundo

Hoje em dia através das rede sociais vemos muitas pessoas viajando ao redor do mundo e muitos se perguntam ou até mesmo sem saber julgam “como a pessoa é rica” mas a verdade é que se planejar você consegue viajar de forma barata.

Vou dar 5 dicas de como você conseguir viajar de forma barata:

Dica 1: Prioridade
Existem muitas pessoas que dizem que querem viajar mas não tem dinheiro, mas gastam uma fortuna de cartão de crédito e conseguem pagar a fatura todo mês, então a primeira dica é você poder enxugar seus gastos e se planejar melhor para a sua viagem dos sonhos.

Dica 2: Planejar com antecedencia
Se você planeja sua viagem bem antes, além de conseguir ótimos preços para hotel, passagem você também consegue se planejar financeiramente.

Dica 3: Datas
Procure datas que não sejam periodos tão caro e procurado para o lugar desejado, nestas épocas os preços costumam ser muito caro, tanto hotel, quanto passagem, passeios e até mesmo alimentação.

Dica 4: Roteiro
É muito bom você se planejar e procurar os lugares mais visitados do lugar que você está indo, se você planeja fazer varios destinos entâo e está com poucos dias isso é essencial para não chegar na hora e ficar perdido, com isso você consegue aproveitar muito mais.

Tenho certeza que com estas dicas você irá conseguir viajar e aproveitar muito mais a sua vida!

Female hand holding smartphone and credit card
Cartões, Dicas,

Dicas para proteger o seu cartão de crédito

É sempre bom ter bastante cuidado com o seu cartão de crédito, fraudes acontecem dia após dia, e cada vez mais inovadoras.

Preparamos algumas dicas para se sentir mais seguro com seu cartão:

  1. Nunca o perca de vista. Seu cartão é pessoal e intransferível, nunca o perca de vista, nunca empreste-o, e caso um funcionário local diga que vai ter que se ausentar do local por alguns minutos, peça seu cartão de volta.
  2. Cartões de crédito virtuais. Vários bancos utilizam um sistema mais seguro chamado de cartão de crédito virtual, dependendo do seu banco, um número é gerado para apenas uma compra, e em outros um número permanente virtual é criado. Para compras pela internet, é sempre recomendável usar esses cartões virtuais para maior segurança.
  3. Apague o CVV. O CVV do cartão é um número de segurança composto por 3 dígitos, nos cartões American Express são quatro, uma boa medida de segurança é apagá-lo com uma lixa para dificultar a vida de fraudadores, sempre, é claro, anotando o número antes de apagá-lo.
  4. Nunca deixe a senha exposta. Muitas pessoas costumam anotar a senha no próprio cartão de crédito ou na carteira, isso pode ser muito perigoso, as duas coisas por motivos óbvios tem que ser separadas.
  5. Nunca salve seu cartão em lojas. Muitas lojas, principalmente virtuais, pedem para o cliente salvar seu cartão para agilizar futuras compras.Se um dia essa loja for invadida, você poderá ter problemas com seus dados.
  6. Sempre olhe seu extrato. Olhe diariamente seu extrato online do cartão de crédito, ao sinal de qualquer compra suspeita, ligue ao banco imediatamente.
  7. Cuidado com SMS e ligações falsas de bancos. Muitos golpistas enviam SMS, efetuam ligações, e até enviam e-mails se passando pelo banco.Normalmente pedindo alguma atualização de cadastro ou renda.Tome cuidado! ao sinal de qualquer suspeita, ligue para a sua gerente para confirmar. Bancos nunca pedem iTokens e nem senhas por telefone e nem e-mail.
  8. Cuidado com virus no seu computador. Muitos objetivos de malwares e virus de computador é roubar dados bancários, para isso, use sempre um bom anti-virus, como Windows Defender e Kaspersky.
  9. Não ande com todos os seus cartões na carteira. No dia a dia, não há necessidade de andar com todos os cartões na carteira, ande no máximo com apenas dois cartões, um para uso principal e outro para backup. Em caso de assalto ou algo do gênero, você não perde todos os cartões.

Seguido essas dicas, você ficará muito mais seguro com seu cartão de crédito e poderá usufruir de suas vantagens e suas milhas, aproveite!